Projeto prevê ações contra machismo nas escolas da rede municipal

… nós queremos educar nossos meninos e meninas para um outro mundo possível e também para além dos muros da Escola, para que pais e mães aprendam a romper com o machismo e com a opressão das mulheres…

Está tramitando na Câmara Municipal de Porto Alegre, o projeto de Lei (PLL) Nº 209/17, de autoria da vereadora Sofia Cavedon (PT), o qual estabelece diretrizes para ações que visem à valorização de mulheres e meninas e à prevenção e o combate do machismo pela rede municipal de ensino.

De acordo com a vereadora, os avanços das legislações referentes à proteção e valorização das mulheres e de meninas ainda não são suficientes para o enfrentamento das situações de violência, discriminação e opressão que sofrem muitas cidadãs em seus cotidianos.

Sofia defende a sua proposta ao destacar que a educação cumpre papel preponderante para mudanças de comportamentos machistas e discriminatórios, ao ressaltar que a rede municipal de educação pode cumprir função importante para a difusão de comportamentos de mais respeito às meninas e às mulheres, a partir de profissionais preparados para tais encaminhamentos.

O projeto prevê o combate ao machismo através de ações peculiares nas escolas da rede municipal e estabelece diretrizes para a capacitação das equipes pedagógicas e demais trabalhadores em educação para tratarem desse tema e identificação e problematização de manifestações machistas e racistas.

Também irá promover debates, promoção de campanhas educativas com o intuito de coibir a prática de machismo e outros atos de agressão, discriminação, humilhação, intimidação, constrangimento, bullying e violência contra mulheres e meninas. O objetivo das promoções afins é possibilitar a integração com a comunidade, as organizações da sociedade civil e os meios de comunicação tradicionais, comunitários e digitais.

O projeto está em análise, nas comissões permanentes e pela procuradoria da Casa. Após os trâmites será encaminhado em sessão plenária e votado pelos vereadores.

Fonte: Assessoria de imprensa

Foto: Andielli Silveira/CMPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *